Nós Maine-US

MED-O-LARK

Hoje viemos falar sobre um lugar especial... sobre 2 meses inesquecíveis que foram responsáveis por mais uma transformação em nossas vidas...


...sobre a coragem de se deixar encantar, aprender, ensinar, cativar, modificar, surpreender!

Para quem não tá entendendo nada, tudo começa em cima de um trapézio voador, aonde nós nos conhecemos, 7 anos atrás... A união de nossas paixões pelo circo e pela fotografia nos permite, dia após dia, viver intensamente cada uma destas vertentes. E, assim, pudemos mergulhar nesta experiência incrível que estamos contando aqui, hoje, pra vocês!

Há 4 anos, nossa escola, o Circocan, coordena o programa de circo dentro do Camp Med-O-Lark, um acampamento de verão que acontece em Maine, todos os anos.
Com algum planejamento e muita vontade de viver isso tudo, no último verão americano, decidimos embarcar nessa aventura...!


Dia 20 de junho de 2016 e lá estávamos nós: naquela pequena cidade do interior, sendo recebidos de braços abertos e com olhares curiosos. 


Afastados de centros urbanos por várias milhas, vivemos em um formato de imersão completa. 

Nossa casa ficava no meio do mato e tínhamos um pôr-do-sol de tirar o fôlego no nosso jardim!
Não tínhamos portões, nem cercas e, durante à noite, (algumas vezes compartilhando o calor de uma fogueira) observávamos um céu absurdamente estrelado, com estrelas muito diferentes das que estávamos acostumados, aonde era possível ver estrelas cadentes e satélites.


Tínhamos frutas frescas todos os dias, grama para colocar os pés descalços e um lago para nos refrescarmos nos nossos horários de folga.


Nossos vizinhos da frente eram cavalos, que, vez ou outra se alimentavam felizes com maçãs que entregávamos a eles na nossa volta para a casa. Algumas noites, sofríamos com o cheiro de algum gambá safado que havia passado por perto e deixado o seu rastro.

Diariamente, aprendíamos sobre perseverança, ensinando crianças a superarem seus medos e suas expectativas. Aprendíamos sobre resiliência, trabalho em equipe e respeito; e, como todo mundo que nos acompanhou no snapchat já sabe, perdemos o fôlego de tanto rir!

Experimentamos tantas e tantas comidas novas, ensinamos os primeiros saltos mortais, combatemos formigas e vespas, viramos membros vip no post office.

Pedalamos muitas milhas, dirigimos muitas mais.
Sentimos saudades da Panqueca, montamos 4 shows, cantamos em coro músicas que não faziam parte do nosso repertório até então.


Fizemos amigos, plantamos saudades...
Recebemos abraços apertados e entregamos vários pedaços de nossos corações...

...choramos ao acender velas e percebemos que, ao final de tudo, mais aprendemos do que ensinamos.